Quinta-feira, 1 de Março de 2007
Amaralices
Luciano Amaral já nos tinha tentado provar que os votos do “Sim” no referendo à IVG provinham de malta ultramontana, passadista e pouco recomendável. Fê-lo ventilando uma historieta de faca e alguidar sobre Valentim Loureiro e os seus rebentos extra-conjugais. O major representaria assim na perfeição todos os votantes do “Sim”. Um disparate pegado em prosa nada recomendável.
Hoje, o “cronista” do DN vem dar-nos mais uma prédica sobre o seu tema favorito: os defeitos da esquerda. Nada de estranho: anormal seria que ele se dedicasse antes a explanar-nos as suas originais e profícuas ideias. Mas, à falta destas , lá vem a criatura de novo ao ataque com as maleitas dos canhotos.
Primeiro, fala de uma suposta reverência que a “malta” dedicaria ao ogre Putin. Isto porque ele, segundo o bom Luciano, patrocina todos os eixos dos males do mundo, do Irão ao horrendo Chávez. Isto a propósito da irritação com que o czar das Rússias recebeu a notícia da instalação de sistemas anti-míssil na Europa oriental. É evidente, para o Luciano, que a “Rússia tenha historicamente entendido, sempre que pôde, a Europa central como seu backyard, e que isso não pareça uma perspectiva agradável aos países da área”. Além da deliciosa palavrita estrangeira, outro espanto avulta: então os EUA não assumiram irritação bem maior quando a URSS quis instalar mísseis em Cuba, há umas décadas? Mas, claro está, perguntar isto deve ser sinal da tal “mania de abominar a América”. De seguida, o raspanete dirige-se ao ministro alemão que tentou apaziguar o vizinho colérico; ignorando, por exemplo, que muita gente na Europa depende do gás natural que daquelas bandas vai ainda chegando, o que talvez convide a alguma ponderação...
Depois de tecer umas banalidades superficiais sobre a recente crise política italiana, o Luciano volta ao alvo preferido: “A mundividência da esquerda era a escatologia laica que prometia o fim do repugnante capitalismo e a sua substituição pela abundância e a felicidade ecuménicas. Depois de desfeito o mito comunista, há quase 20 anos, e agora que começa a desfazer-se o mito social-democrata, pouco mais resta do que os tiques e as manias.”
A bem da verdade, o homem rebola-se de alegria ante uma alucinada visão das sociais-democracias nórdicas em ruínas. Ficamos é sem perceber onde é que esta nova visão do “fim da história” desagua: afinal, que regime, que país, que sistema social, agradam ao raivoso Luciano? Onde gostaria ele de ver os seus filhos a crescer: numa sociedade carente de qualquer espécie de solidariedade para com os mais fracos, ou num desses repugnantes antros do igualitarismo e do estado-providência como a Holanda ?
A fechar, mais uma crítica que se pode aplicar ao próprio plumitivo com toda a justeza: “A esquerda hoje não gosta muito do que existe, mas também não oferece um horizonte ulterior.” E tu, Luciano, qual será o teu horizonte para lá dos mercados livres?


publicado por Luis Rainha às 15:36
link do post | comentar | favorito
|

Sustos recentes

Inté

Adivinha

O pirata do olho de vídeo

Mas será que a senhora es...

Inês Pedrosa perde o pé

As coisas são como são

UE PRETENTE IMPOR I2O Grs...

Manicomics

Some of my favourite thin...

A noite do morto vivo 31

É o povo, senhores (2)

A fórmula perdida

É o povo, senhores...

Um engenheiro debaixo de ...

O "nosso ilustre candidat...

Momento Espada da semana

0,31 da Armada

Great minds think nearly ...

Living in the past

Pronto, está bem, junto-m...

Pela Comarca de Guantanam...

Escondam lá a roupa suja,...

Apesar das ameaças de vet...

Publicidade dadá (3)

Publicidade dadá (2)

Literatura Socrática

Luis, pode falar-se de um...

Publicidade Dadá

Primeiro pensamento da be...

Como vai mal o humor em P...

O gap que nos faltava pre...

A vida social dos nossos ...

Manicomics

O título mais cómico do a...

CARICATURA#7

Sexware

Um novo sentido para "dan...

Espada e as "surpresas am...

Brinde da semana

Cocteau Twins — Wax and Wane
Ectoplasmas vários
Artiste du Jour
Antony Gormley
tags

todas as tags

pesquisar
 
subscrever feeds