Quinta-feira, 1 de Março de 2007
O messianismo, assim visto de perto, é bem feio
Luís Nobre Guedes afirma a pés juntos que o regresso de Paulo Portas é movido pela generosidade, pelo altruísmo. Já o acólito Nuno Melo nesta parola Parúsia "um sinal de esperança".
Viver à sombra dos "Grandes Homens", aqui ou na Coreia do Norte, tem o seu preço. Que começa por ser pago em ridículo. Mas as recompensas são sempre abundantes para os sem-espinha.

tags:

publicado por Luis Rainha às 22:48
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Luis Euripo a 2 de Março de 2007 às 00:28
Só faltará o Santana Lopes para abrir a época balnear. Os horizontes da direita andam muito turvos e só assim se compreende o saudosismo por Salazar, outro homem providencial.


De ca a 4 de Março de 2007 às 13:25
Será bastante menos maçador ter o Paulo Portas circunscrito ao perímetro do seu PP do que vê-lo por aí feito alma penada cirandeira, ora como opinador quinzenal na Sic-N, ora como expert de história ao serviço dos Grandes Tugas na RTP, ora como vulto perdido no hemiciclo parlamentar, ora como colunista do Sol lado a lado com um aspirante a humorista de nome Borges que jamais teria lugar nas páginas do Independente. Isto é muito pior do que suportar o Paulo Portas como líder partidário.Há um preço a pagar por essa paz relativa - os soundbites diários. Mas para isso o telecomando apresenta bastas soluções.


Comentar post

Sustos recentes

Inté

Adivinha

O pirata do olho de vídeo

Mas será que a senhora es...

Inês Pedrosa perde o pé

As coisas são como são

UE PRETENTE IMPOR I2O Grs...

Manicomics

Some of my favourite thin...

A noite do morto vivo 31

É o povo, senhores (2)

A fórmula perdida

É o povo, senhores...

Um engenheiro debaixo de ...

O "nosso ilustre candidat...

Momento Espada da semana

0,31 da Armada

Great minds think nearly ...

Living in the past

Pronto, está bem, junto-m...

Pela Comarca de Guantanam...

Escondam lá a roupa suja,...

Apesar das ameaças de vet...

Publicidade dadá (3)

Publicidade dadá (2)

Literatura Socrática

Luis, pode falar-se de um...

Publicidade Dadá

Primeiro pensamento da be...

Como vai mal o humor em P...

O gap que nos faltava pre...

A vida social dos nossos ...

Manicomics

O título mais cómico do a...

CARICATURA#7

Sexware

Um novo sentido para "dan...

Espada e as "surpresas am...

Brinde da semana

Cocteau Twins — Wax and Wane
Ectoplasmas vários
Artiste du Jour
Antony Gormley
tags

todas as tags

pesquisar
 
subscrever feeds