Quinta-feira, 15 de Fevereiro de 2007
A imagem que faltava ao dia dos namorados


Assim começa o bailado celular entre um linfócito e o VIH, a parada nupcial entre a morte e a vida. Na imagem, captada agora pela primeira vez, o ainda terno "aperto de mão" químico pressagia o ataque fatal. Mas dá também pistas aos investigadores sobre as debilidades do vírus. E faz um belo boneco.

tags:

publicado por Luis Rainha às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
|

Sustos recentes

A imagem que faltava ao d...

Brinde da semana

Cocteau Twins — Wax and Wane
Ectoplasmas vários
Artiste du Jour
Antony Gormley
tags

todas as tags

pesquisar
 
subscrever feeds